BIBLIOTECA MADRE INÊS
Alunos e Pais

SISTEMA PERGAMUM - Pesquisa ao acervo de livros

 

A Biblioteca Madre Inês tem como objetivo principal disponibilizar suporte informacional para alunos, professores e colaboradores do Colégio Santa Catarina, propiciando um ambiente agradável, fortalecendo e desenvolvendo o hábito da leitura dos usuários.

Nosso acervo possui um volume de aproximadamente 30 mil exemplares, incluindo livros técnicos e didáticos (das áreas de conhecimento contempladas pelo Colégio e assuntos em geral), CDs, DVDs, periódicos, revistas, obras de referências (enciclopédias, dicionários, atlas...), e livros de literatura (leitura em geral: literatura Brasileira, romances, contos, poesias, crônicas, literatura infanto-juvenil).




  • + Indicações de Leituras

    Espaço destinado para novas aquisições do acervo, bem como sugestões dos próprios alunos. Este espaço é constituído por obras para os três níveis de ensino (FI, FII e EM), e revistas com assuntos da atualidade.

  • + Espaço do Vestibulando

    Aqui estão dispostos os livros que se tornam leitura obrigatória para os principais vestibulares (UFSC, UDESC e ACAFE) da região. Bem como revistas e materiais destinados sobre conhecimentos atuais para os alunos do Ensino Médio.

  • + Recanto do Saber

    Com uma decoração voltada para os alunos do Ensino Fundamental I, neste espaço são dispostos livros para este público, segmentados por ano e distribuídos em prateleiras, da altura destes alunos. Aqui também se encontram revista em quadrinhos e fantoches.

  • + Normalização de trabalhos

    Objetivando o conhecimento das normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para a formatação de trabalhos, a biblioteca oferece dinâmicas aos seus alunos, com aulas previamente planejadas, para que tenham vivência e adquiram prática da normalização de trabalhos acadêmicos, conforme orientações do Ensino Superior.

     

    No link é apresentado um modelo de trabalho com as normas da ABNT:
    http://www.csc.g12.br/arquivosSGC/files/Aula%20ABNT.doc

     

  • + Empréstimo domiciliar

    A Biblioteca Madre Inês oferece o serviço de empréstimo domiciliar aos seus usuários, com prazos diferenciados:

    • Para alunos do Fundamental I, o período é de 7 dias.
    • Para alunos do Fundamental II e Médio, o prazo de empréstimo é de 15 dias, para todos os materiais.
  • + Bibliotecário responsável

    Guilherme Wandscheer (CRB-14/1339)

  • + Horário de funcionamento da Biblioteca Madre Inês

    Segunda-feira a quinta-feira: 7h50 às 11h50 e 13h45 às 17h45

    Sexta-feira: 7h50 às 11h50 e 13h30 às 17h30

    Contato: bibliotecacolegiosantacatarina@gmail.com

  • + Estatísticas

     

     

    NÚMEROS DE EMPRÉSTIMOS – ANO LETIVO / Exemplares

         2015

        8.247

         2016

        9.835

         2017

        12.777

  • + Dicas de Leitura
    • FUNDAMENTAL I:

    BACICHETTE, Helô; ROSINHA (Ilustrador). Filhos de Ceição. São Paulo: Melhoramentos, 2014.

    Narrativa poética da história de Ceição, uma mulher que adotou seis meninos que se tornaram "seis filhos de coração". A autora conta a história dos garotos por meio de versos curtos, enquanto, paralelamente, são apresentados acalantos, cantigas e brincadeiras de roda.

     

    Ziraldo. O menino maluquinho. 43. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1994

    Um menininho traquinas, diziam. Tinha macaquinhos no sótão, deitava e rolava, fazendo confusão. Um anjinho, um saci? Alegria da casa, liderava a garotada. Namorador, fazia versinhos, compunha canções, inventava brincadeiras. Era sabido, um amigão. “Menino Maluquinho”, diziam sorrindo as pessoas. Não era, não! Só mais tarde descobriram que tinha sido um garotinho muito amado e, por isso mesmo, muito feliz.

     

    • FUNDAMENTAL II

    CARRASCO, Walcyr. Uma viagem inesperada. São Paulo: Moderna, 2017.

    Marcella é uma jovem bonita e esportiva. Sofre um acidente de automóvel, com a mãe ao volante. Torna-se paraplégica. Sua vida muda completamente. Seu cotidiano é cruel. Aprende a adaptar-se à perda de movimentos. Tudo parece difícil. Mas ela descobre novos amigos e encontra forças para reconstruir sua vida mostrando que, por pior que sejam os obstáculos, sempre é possível dar a volta por cima. Cada capítulo é narrado em primeira pessoa por alguém da família ou do círculo de amigos de Marcella, dando versões diferentes da tragédia e mostrando como se pode encontrar um novo caminho.

     

    NICOLELIS, Giselda Laporta. No fundo dos teus olhos. São Paulo: Quinteto editorial, 2017.

    Aílton e sua família vivem em um barraco e lutam muito para sobreviver. Todos fazem pequenos trabalhos, a comida é escassa, o banho é de caneca. No meio de tantas dificuldades, ele nunca desanima. Trabalha, estuda e sonha em ser Presidente da República

     

     

    • ENSINO MÉDIO

    AMADO, Jorge.  Capitães da areia.   São Paulo:  Companhia das letras,  2009. 275 p.

    Este livro teve a primeira edição apreendida e exemplares queimados em praça pública de Salvador por autoridades da ditadura. Em 1940, marcou época na vida literária brasileira, com nova edição, e a partir daí, sucederam-se as edições nacionais e em idiomas estrangeiros. A obra teve também adaptações para o rádio, teatro e cinema. Documento sobre a vida dos meninos abandonados nas ruas de Salvador, Jorge Amado a descreve em páginas carregadas de beleza, dramaticidade e lirismo.

     

    JESUS, Carolina Maria de. Quarto de despejo: diário de uma favela. 10. ed. São Paulo: Ática, 2014. 199 p.

    O diário da catadora de papel Carolina Maria de Jesus deu origem à este livro, que relata o cotidiano triste e cruel da vida na favela. A linguagem simples, mas contundente, comove o leitor pelo realismo e pelo olhar sensível na hora de contar o que viu, viveu e sentiu nos anos em que morou na comunidade do Canindé, em São Paulo, com três filhos.

  • + Dinâmicas de Leitura

    Os alunos frequentemente têm aulas na biblioteca. Os alunos do Fundamental I vão à biblioteca semanalmente para ouvir uma história, produzir textos, construir histórias e tudo o que a imaginação permitir.

    Já os alunos de Ensino Fundamental II possuem aulas no espaço, quinzenalmente. Lá desenvolvem produção de textos, projetos de pesquisa, sarau literário e outras atividades relacionadas à leitura e escrita.

    Além dos trabalhos mencionados anteriormente, são proporcionados aos alunos encontros com autores e escritores (seja de forma presencial ou virtual) para um entendimento maior dos livros.


  • + Feira do Livro

    A Feira do Livro é um dos eventos mais importantes no CSC. Sua periodicidade é anual (no mês de abril) e sempre com novidades nas atrações. Palestra, oficinas, livreiros, autores e o famoso “bate-papo com jornalistas” movimentam os dias de Feira. E no último dia de evento (sábado), as portas do Colégio são abertas para a comunidade com Sebo Literário, contação de histórias, pinturas de rosto e muito mais.
    A Feira do Livro visa o fomento da leitura e o desenvolvimento de leitores.

  • + Sebo Literário do CSC

    Essa é uma outra atividade desenvolvida no CSC que visa o desenvolvimento da leitura.
    Mensalmente é montado no pátio da escola uma estrutura, que possibilita aos alunos trazerem livros de casa e trocar por outras obras que outros estudantes trouxeram. Aqueles livros que antes, ficavam parados em casa, agora circulam livremente entre a comunidade escolar do CSC. Em média, são trocados setenta livros por edição.