PASTORAL
Colégio

“Essencialmente, os fundamentos da educação são espirituais. (...)
Por espiritualidade dos educadores eu entendo os compromissos operativos que, a partir da perspectiva da fé, sustentam e permeiam toda a sua atividade educativa”.
Thomas Groome

Serviço de Pastoral Escolar

O SPE se propõe a intensificar o esforço de busca e compreensão da Pessoa no seu todo, enquanto obra amada de Deus, valorizando sua experiência de vida, procurando ser elo vitalizador e dinamizador do Projeto Educativo - CSC, a fim de que toda a Comunidade Escolar possa sentir-se motivada a cultivar os valores humanos e cristãos, criando clima de sensibilidade e abertura ao diálogo ecumênico e inter-religioso.

Somos um Colégio com identidade Católica, cujo vínculo com a Igreja acompanha nossa história. Estamos comprometidos com o anúncio, o resgate e a vivência dos valores cristãos, respeitando o pluralismo cultural da sociedade, propiciando elementos e condições para que os educandos, a nós confiados, possam aderir de forma livre e consciente a Jesus Cristo e a seu projeto.

Dentro do SPE temos o grupo de jovens, chamado JUFCSC, Juventude Franciscana do Colégio Santa Catarina.  Este grupo é uma proposta evangelizadora que acontece por meio da vivência em grupos e das experiências formativas que possibilitam o desenvolvimento de valores humanos e cristãos, despertando os jovens para a espiritualidade, a autonomia e o protagonismo.

Os alunos que participam deste grupo são  do 8º ano ao Ensino Médio e ex-alunos. O objetivo orientador é desenvolver ações evangelizadoras que favoreçam a promoção humana, a solidariedade e o protagonismo juvenil por meio de atividades pastorais que serão apresentadas em um cronograma anual.

Depoimentos: 

Quando começamos a frequentar o JUF não imaginávamos que teria um impacto tão importante em nossas vidas. Não imaginávamos que os encontros no CSC e as visitas a entidades sociais fossem nos mostrar uma realidade um tanto diferente das nossas, mais ricas em sentido e necessidades. Sabemos que quando visitamos crianças no abrigo de menores cada minuto para elas é muito valioso. Aproveitamos ao máximo para brincar
e nos divertir. Não tem preço as experiências que passamos lá, é realmente muito bom.
Enfim, deparar-se com este universo diferente do nosso nos ajudou muito a valorizar a vida que temos, as pessoas, os nossos pais. Percebemos que o respeito deve existir em qualquer tipo de relação, pois o respeito promove dignidade para os outros.”

Alunas: Giselly Nascimento Silva e Maria Luiza Ferreira Freitas
9º ano B